sábado, 27 de outubro de 2012

Capítulo 38 – “Encanador”


Joe on:
Como ninguém se deu o trabalho de fechar a janela na noite passada, acordei com um vento gelado no rosto. Estava uma manhã carrancuda, incrível como o tempo muda do nada.
Ouvi um suspiro de Demi enquanto ainda dormia e me lembrei da noite passada... e que noite...
Nunca pensei que seria tão fácil ver Demi como mulher, nos meus olhos ela seria sempre minha menininha. Tem corpo perfeito, é sexy e descobriu as melhores maneiras de me fazer delirar. TO FERRADO.
Fiz carinho no braço dela e ela se encolheu, olhei em volta e o quarto estava mais bagunçado do que eu imaginava.
Agora sim eu percebi o quão especial Demi é. A noite passada me fez ter certeza disso. Aquilo não foi só sexo, foi amor. Foi a primeira vez que senti o que senti noite passada e eu até achei que tinha ficado virgem de novo. É tanto tempo com a Demi que até eu fiquei dramático... ‘-‘
Tentei sair do “abraço” com ela e deixei um travesseiro no meu lugar, que ela abraçou com força.
Coloquei uma roupa, ficando sem camisa, fiz minha higiene matinal e voltei ao quarto. Ainda era bem cedo... tirei os cabelos de Demi de seu rosto e dei um beijo em sua bochecha, ela se mexeu e abriu os olhos devagar.

Demi – Joe? – murmurou se abraçando mais ao travesseiro.
Joe – Dorme mais um pouco princesa, tá cedo ainda. – beijei sua cabeça e sussurrei “te amo”.

Fechei a janela e saí do quarto deixando Demi dormir até a hora que ela quisesse.
Joe of.

...

Demi on:
Acordei abraçada a um travesseiro num clima bem frio. A claridade vinha de fora já que a janela estava fechada apenas com a parte do vidro. Olhei no rádio relógio o horário. 10 da manha, razoável até pra mim num sábado. Peguei meu celular que estava encima de um caderno no criado mudo. “7 chamadas perdidas e 2 mensagens – Mãe.” FERROU. Tudo de ontem a noite, Logan deve ter me dado cobertura.
Olhei em volta do quarto e me lembrei de tudo. A camisa de Joe pendurada na cadeira do computador, trequinhos da estante jogadas no chão, meu vestido no pé da cama e eu não queria nem saber onde estava as peças intimas...
Agora sim eu pensava que eu deveria estar totalmente insana ou bêbada, mas eu lembrava de tudo, então... ah, que se dane como eu estava, foi a melhor noite da minha vida. Cada toque, cada carinho, cada “eu te amo” ficaria guardado a mim pra sempre.
Ok Demi, hora de acordar. Coloquei uma calcinha limpa que estava entre umas roupas na gaveta de Joe e a camisa que ele usava na noite passada, que servia como uma camisola em mim. Escovei os dentes, lavei o rosto e prendi meu cabelo.
Desci até a cozinha e Joe estava preparando uma mesa para o café da manhã. Estava de costas para a porta mexendo no celular. Não sabia o que fazer, mesmo o vendo de costas eu deveria estar mais vermelha que um pimentão. Acho que ninguém nunca sabe com que cara olhar o outro depois de uma noite como essas. Claro, eu não estava em mim quando gemia que nem louca...
O abracei por trás bem forte e ele espirou fundo, colocou as mãos sobre as minhas que estavam entrelaçadas na frente de seu corpo. Pegou meu braço e me puxou para sua frente me abraçando.

Joe – Bom dia, pequena. – disse beijando minha bochecha.
Demi – Bom dia. – fiquei na ponta dos pés e escondi meu rosto em seu pescoço para que ele não me visse corada. – Não sou mais pequena. – falou quem tá na ponta dos pés, palmas Demetria.
Joe – Han... vai dando uma de mulherzinha não. – apertou meu quadril e eu ri.
Demi – Ok, parei.

Joe – Não vai olhar pra mim? – isso me fez afundar meu rosto mais ainda no pescoço dele. – Vergonha Dem? – assenti tímida. – Boba. Olha... eu já vi isso... – passou os dedos na minha perna. – Isso... – subia pelas minhas costas. – Já vi tudo isso Dem, e já disse que você é linda. Não precisa ficar com vergonha. – riu.
Demi – Falou quem tá rindo. – me afastei e ele me deu um selinho. – Ok...

Demi of.

#12:45pm

Tomaram café da manhã entre carinhos e depois tomaram banho juntos. Estava um sábado com cara de domingo, bem entediante. Joe e Demi estavam abraçados no sofá vendo filmes...

Joe – Não vou ver nenhum filme romântico!
Demi – Talvez agora não, mas quando eu quiser você vai!
Joe – Sabe o que eu acho?
Demi – Eu só sei que EU acho que deveríamos comer alguma coisa porque eu to com fome!
Joe – Que nem ontem a noite? – Demi dá um tapa nele.

Demi – IDIOTA! – Joe gargalha e Demi fecha a cara.
Joe – rindo. – Demi...
Demi – Isso foi muito sem graça ok?
Joe – OK... – ainda rindo. – Olha pra mim...! Demi... Demetriaaa. – ela não olhava. – Curiquinha...

Demi – TU NÃO COMEÇA! – Joe cai na gargalhada. – Cachorro, para! – deu outro tapa.
Joe – Demi, seus tapas doem sabia?
Demi – É pra doer mesmo! – cruza os braços.
Joe – Olha pra mim Demi... – virou o rosto dela. – Desculpa tá? – disse olhando em seus olhos ainda rindo um pouco.
Demi – Para de rir!

Joe – Desculpaaaaaaaaa!
Demi – Não faz escândalo!
Joe – Vou fazer cóssegas!
Demi – Tá,desculpo.
Joe – Tá... eu to com preguiça de fazer comida!

Demi – E sobra pra namorada né? Olha, se fosse por você eu morria de fome! Sorte sua que eu não sou fresca! – levantou-se e foi em direção a cozinha. – SE QUISER COMER TEM QUE AJUDAR! – gritou para que ele pudesse ouvi-la.
Joe – foi até a cozinha. – Vai ser assim quando a gente casar?

Demi – Vai ser pior! Isso se a gente casar né meu amor! – abriu o armário procurando algo pratico a fazer. – Vamos de macarrão?
Joe – Me deixou sem esperança nenhuma agora. – fez biquinho.
Demi – Isso foi escolha sua, esperança é a ultima que morre.
Joe – Mas você matou a minha.
Demi – Não não, você se livrou dela...

E ficaram discutindo, cozinhando e colocando molho de tomate na cara um do outro. Quando estava tudo quase pronto...
Demi – Joseph, cadê sua mãe, Frankie, Nick...?

Joe – Minha mãe eu nunca sei onde se mete, acho que hoje ela trabalha. Nick deve estar com alguma garota e Frankie mandei pra casa de um amigo. Deixei a casa só pra gente hoje.
Demi – Awn.

Joe – Sei não Demi, acho que minha mãe tá escondendo alguma coisa... – passou molho no rosto de Demi assim que ela colocou a panela com o macarrão pronto na mesa.

Demi – Joe, vai ter mais molho na minha cara do que no macarrão. – riram. – E o que ela esconderia?
Joe – Não sei, ela tá estranha de um tempo pra cá e tem me olhado estranho. – deu de ombros. – Rala queijo?

Demi – Rala. Te olhando estranho como?
Joe – Não sei, estranho. Ah, sei lá Demi.
Demi – Estranho aqui só você.
Joe – Não é hora de tentar me ofender, Demetria.
Demi – Tá... tá...

Acabaram de comer e fizeram brigadeiro de microondas, se sujando e trocando beijos longos.

...

#3:12pm

Alguém abriu a porta da sala gargalhando, Joe e Demi cochilavam abraçados.

Denise – CARAMBA! – se apavorou quando viu Demi e Joe ali, Joe acordou.
Joe – Mãe?
Denise – Oi.. oi Joe. Tá fazendo o que aqui? – não entrou e deixou a porta entre aberta.
Joe – Eu... moro aqui. – coçou os olhos.

Alguém espirrou.

Joe – Tem alguém ai? – Demi acordou.
Demi – O que... ah, oi Denise.
Denise – Oi florzinha.

Demi – Oi falsidade. _ pensou.

Denise – Tem... é... o...

XxXx – Encanador! – gritou de fora.

Denise – É, isso encanador, entra. – Denise e o “encanador” entraram.
Joe – Encanador?
Denise – É, a pia da cozinha não está boa.
Demi – Usamos ela hoje e parece normal.
Denise – Deixei um anel cair no ralo.
Joe – E porque não pediu pra eu pegar?

Denise – Ele é profissional né filho... e eu não queria tomar seu tempo com a Demi... – sorri.
Jemi – Sei.......

Joe – E cadê seu material? – disse olhando ao “encanador” de mãos vazias, estava arrumado de mais paras ser um encanador.
Denise – Ele só veio ver como está, o serviço deixa para outro dia, é só um orçamento.
Joe – Han... ok.

Denise e o “encanador” foram a cozinha.

Demi – Sua mãe é o Nicholas hein? Não sabem mentir nem pra falar “oi florzinha”. – revirou os olhos.

Joe – Aah que marrentinha. – Demi fez biquinho. – Aquele cara não pode ser encanador...
Demi – Nem olhei pro cara.
Joe – Arrumado demais, sem material... só fazer orçamento, tem que fazer pesquisa agora pra contratar um cara pra tirar um anel de dentro de um cano?
Demi – gargalha. – Ah, sei lá.
Joe – Eu disse que ela tava estranha...


Demorei pra postar? Tipo, postei segunda-feira, não sei se morei, sei lá.

Bom, como acabamos de entrar no 4° bimestre e aulas e eu não to a fim de fazer o 7° ano de novo e minhas provas começam na semana que vem, eu vou ficar um bom tempo sem entrar no PC pra especificamente escrever a fic, então não me cobrem tanto porque é bem possível que novembro tenha no máximo uns 5 capítulos ou por ai... Desculpem-me.

É... acho que é só isso.

Marquem "oi eu li" comente, ou pelo menos digam o que acharam no twitter @GlitterDDlovato

Amo vocês!!!!
Beijemi :*

11 comentários:

  1. Oi, pode dar uma olhada na minha fic, não sou nova, mas tinha parado de postar e agora voltei. Se gostar e se quiser, é claro, pode divulgar? Obrigada, beijos (:

    ResponderExcluir
  2. omg que perfeito
    amei mesmo <3
    muito lindo
    o capitulo
    posta logo
    bjs

    ResponderExcluir
  3. OMG Lindo vc demorou pra posta sim quase tive um infarte mais ..
    Tudo bem , Foooque nos estudos menina ~~Le dando uma de mamae~~
    Er so isso :)
    Beeijus ....

    ResponderExcluir
  4. vish vish , essa do encanador não colo , kkkkkkkkk , eu ri muito na parte do " Sua mãe é o Nicholas hein? Não sabem mentir nem pra falar “oi florzinha” " kkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. divulga p mim? http://jemiandnemi.blogspot.com.br/ <3 brigada

    ResponderExcluir
  6. uuuuuuuuuuuuuuuuuuuh, amei a parte do encanadorkkkkkk e o joe não é burro não, ja ta ate descofiando.
    denise -minha futura sogra- é bem malvada nessa fic en...
    se puder divulga meu blog: http:\\vitoriaoliveiraesuashistoriasjemi.blogspot.com

    bejossss e posta logo

    ResponderExcluir
  7. uiiiiiiiiiii,agora esta com 102 seguidores, parabens.

    ResponderExcluir
  8. Nova leitora aqui amo essa Fic :D
    É isso aí Joe desconfia mesmo da tua mãe...
    Postaa Logooo...

    ResponderExcluir